segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Significado do Logotipo do Ano da Misericórdia

logotipo e o lema colocados juntos oferecem uma feliz síntese do Ano jubilar. O lema Misericordiosos como o Pai (retirado do Evangelho de Lucas, 6,36) propõe viver a misericórdia no exemplo do Pai que pede para não julgar e não condenar, mas perdoar e dar amor e perdão sem medida (cfr. Lc 6,37-38). O logotipo – obra do Padre jesuíta Marko I. Rupnik – apresenta-se como uma pequena suma teológica do tema da misericórdia. Mostra, na verdade, o Filho que carrega aos seus ombros o homem perdido, recuperando uma imagem muito querida da Igreja primitiva, porque indica o amor de Cristo que realiza o mistério da sua encarnação com a redenção. O desenho é feito de tal forma que realça o Bom Pastor que toca profundamente a carne do homem, e o faz com tal amor capaz de lhe mudar a vida. Além disso, um detalhe não é esquecido: o Bom Pastor com extrema misericórdia carrega sobre si a humanidade, mas os seus olhos confundem-se com os do homem. Cristo vê com os olhos de Adão e este com os olhos de Cristo. Cada homem descobre assim em Cristo, novo Adão, a própria humanidade e o futuro que o espera, contemplando no Seu olhar o amor do Pai.
A cena é colocada dentro da amêndoa, também esta figura cara da iconografia antiga e medieval que recorda a presença das duas naturezas, divina e humana, em Cristo. As três ovais concêntricas, de cor progressivamente mais clara para o exterior, sugerem o movimento de Cristo que conduz o homem para fora da noite do pecado e da morte. Por outro lado, a profundidade da cor mais escura também sugere o mistério do amor do Pai que tudo perdoa.

Fonte: http://www.iubilaeummisericordiae.va/content/gdm/pt/giubileo/logo.html

Oração do Ano da Misericórdia

Senhor Jesus Cristo,
Vós que nos ensinastes a ser misericordiosos como o Pai celeste,
e nos dissestes que quem Vos vê, vê a Ele.
Mostrai-nos o Vosso rosto e seremos salvos.
O Vosso olhar amoroso libertou Zaqueu e Mateus da escravidão do dinheiro;
a adúltera e Madalena de colocar a felicidade apenas numa criatura;
fez Pedro chorar depois da traição,
e assegurou o Paraíso ao ladrão arrependido.
Fazei que cada um de nós considere como dirigida a si mesmo as palavras que dissestes à mulher samaritana:
Se tu conhecesses o dom de Deus!

Vós sois o rosto visível do Pai invisível,
do Deus que manifesta sua omnipotência sobretudo com o perdão e a misericórdia:
fazei que a Igreja seja no mundo o rosto visível de Vós, seu Senhor, ressuscitado e na glória.
Vós quisestes que os Vossos ministros fossem também eles revestidos de fraqueza
para sentirem justa compaixão por aqueles que estão na ignorância e no erro:
fazei que todos os que se aproximarem de cada um deles se sintam esperados, amados e perdoados por Deus.

Enviai o Vosso Espírito e consagrai-nos a todos com a sua unção
para que o Jubileu da Misericórdia seja um ano de graça do Senhor
e a Vossa Igreja possa, com renovado entusiasmo, levar aos pobres a alegre mensagem
proclamar aos cativos e oprimidos a libertação
e aos cegos restaurar a vista.

Nós Vo-lo pedimos por intercessão de Maria, Mãe de Misericórdia,
a Vós que viveis e reinais com o Pai e o Espírito Santo, pelos séculos dos séculos.
Ámem!



Fonte: http://www.iubilaeummisericordiae.va/content/gdm/pt/giubileo/preghiera.html



quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Programação da Festa da Padroeira 2015


1º DIA (29/11) - Abertura da Festa da Padroeira

- 18h: Caminhada da Bandeira de Nossa Senhora. Concentração na Igreja de Santa Luzia, no conjunto Mutirão, e segue até a Igreja Matriz.

- 19h: Celebração Eucarística, com o tema: Misericórdia: é a palavra que revela o mistério da Santíssima Trindade.

- Presidente da Celebração: Frei Evandro Fernandes Fontes, OFM

 - Animadores: Pastoral da Segurança, Romeiro e Conselho Pastoral.

 - Musical: Sol Nascente


2º DIA (30/11)

- Tema: Misericórdia: é o ato último e supremo pelo qual Deus vem ao nosso encontro.

 - Presidente da Celebração: D. Valério Breda, SdB - Bispo Diocesano de Penedo

 - Animadores: Pastoral do Dízimo, Comerciantes, Região Pastoral São 

Sebastião, Câmara de Vereadores e Hospital Ib Gatto Falcão.

 - Musical: Coral da Imaculada Conceição 


3º DIA (01/12)

 -Tema: Misericórdia: é a lei fundamental que mora no coração de cada pessoa, quando vê com olhos sinceros o irmão que encontra no caminho.

 - Presidente da celebração: Pe. Rogério José da Silva (Cabo de Santo Agostinho)

 - Animadores: Região São Miguel. 

 - Musical: Vida no Espirito


4º DIA (02/12)

- Tema: Misericórdia: é o caminho que une Deus e o homem, porque nos abre o coração à esperança de sermos amados para sempre, apesar da limitação do nosso pecado.

 - Presidente da Celebração: Pe. Adriano José das Chagas - Recife

 - Animadores: Paróquias: de São Sebastião, dos Sagrados Corações, de Santa Teresinha, Escolas da Rede Municipal de Ensino, SEMED e Prefeitura Municipal.

 - Musical: Luz Divina do Tabuleiro


5º DIA (03/12)

- Tema: A misericórdia será sempre maior do que qualquer pecado, e ninguém pode colocar um limite ao amor de Deus que perdoa.

- Presidente da Celebração: – Frei Severino Ramos Bezerra da Silva - Paróquia de Japaratinga/São Bento.

 - Animadores: Pastoral da Catequese, Catequese do Batismo, Catequese dos noivos, Escola da Fé, Escolas da Rede Estadual de Ensino, 12a GERE.

 - Musical: Filhos de Maria + Luz Divina


6º DIA (04/12)

- Tema: Devemos fixar o olhar na misericórdia, para nos tornarmos nós mesmos sinal eficaz do agir do Pai.

 - Presidente da Celebração: Pe. Marcos Antônio Alves da Silva

 - Animadores: Apostolado da Oração, RCC, MEJ, MESCE.

 - Musical: Luz Divina do Eustáquio Gomes


7º DIA (05/12)

15h – Missa com as Crianças

 - Presidente da Celebração: Pe. Juraci Carlos

 - Animadores: Crianças da Catequese Paroquial 

 - Musical: Nova Semente

 - Tema: "Nos nossos dias, a Esposa de Cristo prefere usar mais o remédio da misericórdia que o da severidade." ( São Paulo II)

 - Presidente da Celebração: Pe. José Aloísio Oliveira da Silva

 - Animadores: Pastoral da Pessoa Idosa, Vicentinos, Comissão da CF, Projeto Bom Samaritano, Movimento da Esperança, Conselho do Idoso, Conselho da Saúde, Associações.

 - Musical: Vida no Espírito 


8º DIA (06/12)

Dia da oferta de rosas

-Tema: Ato de misericórdia: a entrega da humanidade a virgem Maria, toda pura, sem mancha do pecado origina.

 - Presidente da Celebração: Pe. José Carlos do Amaral

 - Animadores: CAJ, PASCOM, Acólitos, Motoristas, Motoqueiros, Feirantes e Região São Benedito.

 - Musical: Hosana + Jullyanna


9º DIA (07/12 )

Dia da coroação de Nossa Senhora da Conceição

-Tema: É próprio de Deus usar de misericórdia e, nisto, se manifesta de modo especial a sua onipotência.

- Presidente da Celebração: Pe. Osvaldo de Freitas Lopes ( Cabo de Sto. Agostinho)

 - Animadores: Grupo de Casais e Todas as Famílias.

 - Musical: Sagrada Família


DIA DA FESTA (08/12)

- 04h -Celebração Eucarística: Côn. Severino Fernando de Sousa Neto 

- 06h -Celebração Eucarística/ ofício solene. 

- Musical: Sanctus Dei + Essência 

- 10h - Presidente da celebração: D. Antonio Muniz Fernandes, OCM - Arcebispo Metropolitano

 - Animadores: Grupos e Movimentos Mariano ( Legião de Maria, Homens do Terço, Confraria do Rosário e Mãe Rainha).

 - Musical: Coral do Seminário Arquidiocesano de Maceió.


PROCISSÃO 

 Grande concentração para a Procissão 

16h30 - Procissão pelas principais ruas da cidade.

 - Celebração Eucarística presidida: Frei Valdo Omena

 - Animadores: Organização da Procissão e Pastoral da Música.

 - Musical: Rhema + Ágape


Dia (09/08): Subida da Imagem da Imaculada Conceição ao altar 

- 19h - Presidente da celebração: Côn. João José de Santana Neto.

- Animadores: Pastoral da Liturgia e Ornamentação

 - Musical: Ágape 

  

06h - Oficio da Imaculada, todos os dias

- Missas - 06h, 19h - todos os dias. 

- Confissões - 09h todos dias



Participe!!







Programação do Congresso Mariano



1º DIA (25/11)

- 19h30: Celebração Eucarística de Encerramento das Peregrinações e Abertura do Congresso Mariano

2º DIA (26/11)

- A partir das 15h Adoração ao Santíssimo Sacramento.
Responsáveis:
15h às 16h: Região São Sebastião
16h às 17h: Região São Miguel
17h às 18h: Região São Benedito
- 18h: Terço e Ladainha de Nossa Senhora
- 18h30: Celebração Eucarística
- 19h30: Conferência com o Monsenhor Rubião Lins Peixoto

3º DIA (27/11)

- 15h: Terço nas Praças (Concentração na Matriz)
Responsáveis:
*Praça São Miguel: CAJ, Pascom, MEJ, Acólitos e Ancilas;
*Praça do Seixo: Homens do Terço;
*Praça Padre Cícero: PPI, CF, Vicentinos e Romeiros;
*Praça São Benedito: Apostolado da Oração, Mulheres do Terço e Pastoral da Música;
*Praça Francisco Leão: Legião de Maria, Ministros e Pastoral do Dízimo;
*Praça Humaitá: Confraria do Rosário, Pastoral do Batismo e Pastoral da Liturgia;
*Praça do Limão: Movimento Mãe Rainha, RCC, Pastoral da Segurança e Escola da Fé.
- 17h: Retorno dos Evangelizadores com louvores ao Senhor pela missão.
- 18h30: Momento Mariano com as Mulheres do Terço da Paróquia de São Sebastião do Tabuleiro do Pinto. 
- 19h: Apresentação - Coreografia 
- 19h30: Mesa Temática: Maria nos Evangelhos "apócrifos".
Facilitadores: Padre José Elielton da Silva, Padre Silvestre e Leigos 
- 20h30: Debate 
- 21h: Oração final de encerramento.

4º DIA (28/11)

- 6h: Ofício
- 18h: Exposição das Imagens dos Títulos de Nossa Senhora
Local: Em frente à Matriz
- 18h: Terço e Ladainha de Nossa Senhora
- 19h: Celebração Eucarística

PARTICIPE!!




quarta-feira, 15 de abril de 2015

Paróquia de Nossa Senhora da Imaculada Conceição realizou o IV 24 Horas pra Jesus - Domingo da Divina Misericórdia.


A Paróquia de Nossa senhora da Imaculada Conceição realizou de 11 a 12 de abril o IV 24 horas pra Jesus - Domingo da Divina Misericórdia. Este é um evento realizado no segundo domingo da Páscoa, dedicado à Jesus Misericordioso, em celebração ao Domingo da Divina Misercórdia.

A Festa da Divina Misericórdia foi instituída pelo Papa Beato João Paulo II. Esta festa teve origem na Polônia, em Cracóvia, através das experiências místicas de Santa Irmã Faustina Kowalska, e é hoje celebrada no mundo inteiro.

Na paróquia da Imaculada de Rio largo, a celebração da Divina Misericórdia inicia-se com a novena da Divina Misericórdia, que começa na sexta-feira da paixão e se estende até o Domingo da Misericórdia.
Durante às 24 horas houve palestras, pregações, momentos de louvor, adoração, terço e missa que ocorrem continuamente durante todo o evento.
Este ano, o evento iniciou às 19 horas do sábado, dia 11, com missa presidida pelo Padre Carlos, seguido de adoração ao santissimo sacramento, pregações e momentos de louvor com o grupo Deus é Fiel, Junior, da comunidade Doce Mãe de Deus e o  Ministerio de Oração e Evangelização Família Restaurada que contribuiram com o evento durante toda a noite e madrugada.
Na manhã de Domingo, ocorreu mais uma missa às 6:30h, presidida pelo Cônego Severino, que contou com belíssima homenagem realizada para Nossa Senhora, com o cantico da Ave Maria e entrada de Nossa Senhora. Durante todo o dia de domingo também houve adoração ao Santissimo Sacramento,  louvor e pregação com Vandré, Zé milton, Luiz Carlos e Laerte que levaram os presentes a grande reflexão sobre a misericórdia de Jesus na vida de todos.
Ao final das 24 horas, foi realizada missa Solene presidida pelo Padre Carlos, com um lindo momento de celebração com entrada da Imagem de Jesus Misericordioso, cantado ao Senhor clamando Misericórdia e proclamando o Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tocando o coração de todos.
  Ao final da Celebração Eucarística foi realizada a Benção Solene com o Santissimo Sacramento, ao canto mais uma vez de "Misericórdia, Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, com a cantora Helga, momento sublime que  emocionou todos os presentes.
O Padre Carlos encerrou o evento afirmando que Jesus Cristo é a primeira fonte da Misericórdia. Assim como seus discípulos, devemos ser os continuadores do amor e do perdão a todos.





segunda-feira, 13 de abril de 2015

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO DE RIO LARGO CELEBRA A SEMANA SANTA

De 29 de março a 05 de abril foi realizada a Semana Santa na Paróquia de Nossa Senhora da Imaculada Conceição de Rio Largo, com a participação de  inúmeras pessoas , que acompanharam de perto a celebração,  os mistérios da paixão, morte e ressureição de Jesus Cristo.
O Domingo de Ramos deu inicio a Semana Santa, com a Bênção dos Ramos e Procissão pelas ruas de nossa cidade, durante a procissão os fiéis lembram a entrada triunfal de Jesus a cidade de Jerusalém.  Durante a procissão teve uma dramatização por jovens, da cena que Jesus entra na cidade montado em um jumentinho “símbolo da humildade”.
Durante a semana houve Ato Penitencial, Ofício das Dores de Maria, Ofício das Trevas, celebração da Culminância da Campanha da Fraternidade.  Que nestes  dias, a liturgia apresenta textos bíblicos que enfocam a missão redentora de Cristo.
O ponto alto da Semana Santa é o Tríduo Pascal que se inicia com a missa da Quinta-feira Santa e se conclui com a Vigília Pascal, no Sábado de Aleluia. Os três dias formam uma só celebração, que resume todo o mistério pascal. A celebração do Tríduo Pascal na Paróquia ocorreu na Matriz com o Côn. Severino e na comunidade do Sagrado Coração de Jesus, em Gustavo Paiva, com o Pe. Carlos.
Na Quinta-feira Santa comemoramos a última Ceia da páscoa hebraica que Jesus fez com os 12 apóstolos antes de ser preso e levado à morte na cruz. Esse evento também profecia a realização do primado do amor e do serviço na sua vida e na dos que crêem, o que se tornou manifesto no gesto lava-pés. Para representar os 12 apóstolos foram escolhidos Agentes da Pastoral, da Criança, Saúde, Gestante, Merenda Escolar, Liturgia, Pessoa Idosa e Vicentinos.
Sexta-feira à tarde acontece a Celebração da Paixão e Morte de Jesus, com encenação da descida de Cristo da cruz e procissão do Senhor morto, pelas principais ruas da cidade. Sábado à noite foi celebrada a solene vigília pascal, revivendo a ressureição de Cristo com vitória sobre o pecado e morte. Durante, houve também Celebração da Luz, Liturgia da Palavra, Liturgia Batismal e Liturgia Eucarística.
Domingo da Ressureição foi celebrado o Louvai a Deus, evento tradicional realizado em nossa paróquia para celebrar o dia que o Senhor fez para nós, o dia em que Ele Ressucitou.


sábado, 4 de abril de 2015

domingo, 22 de março de 2015

PROGRAMAÇÃO DA SEMANA SANTA 2015

PROGRAMAÇÃO DA SEMANA SANTA:
Domingo de Ramos (29/03)
16h30 – Bênção e Procissão
Saída da comunidade de Frei Galvão (Cacaú III), concluindo na Igreja Matriz
Segunda-feira (30/03)
05h – Ofício da Quaresma, logo após haverá Missa
19h – Celebração Penitencial
Terça-feira (31/03)
05h - Ofício da Quaresma
08h – Missa com a unção dos enfermos e idosos
10h – Lanche para os enfermos
19h – Ofício das Trevas
Quarta-feira (01/04)
05h - Ofício das Dores de Maria
- Missa
- Café
19h – Culminância da CF
Quinta-feira (02/04)
09h – Catedral: Missa do Crisma
19h – Ceia do Senhor
- Lava pés
- Transladação para à Igreja de São Benedito
- Momento de Jesus no Horto
Sexta-feira (03/04)
05h – Via Sacra pública
12h – Oficio das últimas palavras de Jesus
15h - Celebração da Paixão – Adoração da Cruz
- Retirada do Cristo da Cruz
- Procissão do Senhor Morto pelas ruas da cidade
Sábado (04/04)
20h – Vigília pascal na Comunidade Sagrado Coração de Jesus
21h – Vigília pascal na Igreja Matriz
- Bênção do fogo, em frente a Igreja de São Benedito
Domingo (05/04)
6h30 – Missa
16h – XVIII Louvai a Deus
- Missa
Local: Quadra Municipal de Esporte Luis Alves da Silva

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Festa de Nossa Senhora da Conceição - O Magnificat de Maria

Caríssimos irmãos (as) graça e paz!
É festa de Maria mãe da alegria, tempo para todo coração devoto exultar de corpo e alma em nosso salvador. Experimentar essa feliz sorte, é um presente oferecido somente aos que creem e olham com carinho para a maternal presença de Deus no mundo na pessoa de Maria Senhora nossa, mãe do Senhor nosso. Nossa história nos põe diante desta convicta e alicerçada devoção que o povo rio-larguense tem à senhora da Imaculada Conceição, e devoção implica em compromisso.
A Virgem Mãe de Deus nos motiva à missão. Maria vê que o nosso chão, cansado e martirizado pela opressão, carece de novos passos que somados aos passos de seu Filho, plantem a semente da esperança, que floresce em cada nova aurora. O Papa Francisco tem nos impulsionado dizendo que a vocação de todo discípulo é plantar a semente da alegria que é o evangelho de Jesus Cristo (EG, 3), e não é possível fazê-lo sem caminhar com ele, o discipulado é consequência da união com o mestre. E quem melhor que Maria foi discípulo (a)?
A menina de Nazaré, humildemente acolheu a vontade de Deus e seu desígnio de salvação, no sim de Maria toda a humanidade foi recompensada, realizou-se o cumprimento da promessa de Deus, desde os primeiros séculos (Dt. 10 21). Solícita e convicta ela assume na vida a bem-aventurança que todo homem deseja, e por Isabel lhe diz: “Feliz aquela que creu, pois o que lhe foi dito da parte do Senhor será cumprido” (Lc 2, 45). Esta dádiva de Deus em seu favor, a faz cantar em gratidão.
O Magnificat de Maria é um canto de amor, que une a realidade de sofrimento de um povo e o olhar misericordioso de Deus que quer salvá-los. Os pobres são saciados, os oprimidos favorecidos, os humilhados exaltados pelo amor para viverem no amor. Essa é a forma que Deus age, e também é a forma do agir de Jesus, nela que se reconhecem a misericórdia e a fidelidade para com o povo que o teme e o serve. “O cântico de Maria está entre o tempo da espera e o tempo da realização.”
Essa profecia nos faz recordar a situação de nossa querida e amada Rio Largo, que vive a esperar tempos melhores onde todos sejam favorecidos, onde a paz seja vivida e não somente clamada, onde o amor fale mais alto que a violência, onde o pobre não morra mais por causa da ambição, onde o Deus da vida tenha lugar. Deus lembra para sempre do seu povo, o seu silencio em nossos dias de aflição nos indica que nos esquecemos de realizar algo, e como não há alegria onde falta vinho, nossa missão de cristãos, assim como a de Maria, é perceber as necessidades do outro e agir, pregar, lutar para promover a justiça e acolher os outros bens gerados por ela.
A Igreja só poderá viver a alegria do evangelho, quando o evangelho for reconhecido por cada um de nós como mensagem que alegra o mundo. Deus espera que aprendemos com Ele o jeito de ser, isso Jesus Cristo já nos ensinou, hoje somos instrumentos para que se realize na história a libertação de todo o mal.  Ademais, se cantamos calorosos “como Igreja vou ter trato fino, ser cristão e viver a verdade” é por que o nosso coração deseja esta afirmação, feliz que souber vive-la no cotidiano, mais feliz ainda quem converter outros tantos a viver esta verdade de fé.
Façamos neste tempo festivo nossa reflexão de fé, abramos nosso coração e nossa alma à promessa de Deus, ouçamos com atenção o Evangelho que alegra o mundo, sejamos servos como Maria, o novo tempo depende disto.
Mãe de Deus, Mãe de Deus, Maternal Conceição, ensina-nos a reconhecer a alegria do evangelho, e alegres em teu Filho, sejamos espelhos dele para o mundo! Amém.

Frei Alisson Paulo A. Gomes, OSA
                                              “In verbo autem tuo”